Translate

domingo, 30 de dezembro de 2012

Anete Guimarães - A Visão Neurológica em Busca da Felicidade

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Luciana Alvarez Do UOL, em São Paulo Bilhões de pessoas em todo mundo celebram hoje o aniversário de Jesus Cristo. A verdade, entretanto, é que ele não nasceu num dia 25 de dezembro.  "A teoria mais forte atualmente é que a data tenha sido escolhida para se contrapor à principal festa religiosa dos romanos, do Sol Invencível, que se dava na noite do dia 24", afirma Valeriano Santos Costa, diretor da faculdade de Teologia da PUC-SP. Na data, os romanos celebravam o solstício de inverno, quando acontecia a noite mais longa do ano. E não para por aí. O ano de nascimento de Jesus, que marca o início da contagem do nosso calendário – afinal, estamos a caminho do ano 2013 "depois de Cristo" – provavelmente está errado. "Os evangelhos não fornecem datas precisas, apenas indícios. E muitas variáveis devem ser consideradas, como a diferença de calendários adotados por judeus e romanos à época", afirma o historiador Julio Cesar Chaves, mestre em Ciências da Religião e pesquisador do cristianismo primitivo. "Tanto Lucas quanto Mateus relatam que Jesus nasceu durante o reinado de Herodes, o que provavelmente situaria o nascimento entre os anos 6 e 4 a.C. (antes de Cristo)", diz.  Segundo a tradição cristã, Maria teria dado à luz em Belém. Mas o local também é contestado por alguns estudiosos, como o teólogo americano John Dominic Crossan e o arqueólogo israelense Aviram Oshri. Belém, que fica na Judeia, é citada nos evangelhos de Lucas e Mateus, mas os especialistas dizem haver indicações de que ele teria nascido na Galileia, onde começou a pregar. O fato de ambos evangelhos situarem o nascimento em Belém é visto como uma tentativa de associar Jesus à profecia de Miqueias, segundo quem o messias esperado pelos judeus nasceria naquela cidade.  Se nem data e local de nascimento estão livres de controvérsia, tampouco as imagens reproduzidas nos presépios mundo afora, com o menino na manjedoura recebendo a visita dos três reis magos, são encaradas por estudiosos como realidade. "As narrativas sobre o nascimento foram feitas três ou quatro gerações depois, quando as informações históricas e os testemunhos diretos já estavam perdidos", diz André Chevitarese, professor do Instituto de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), um dos autores do livro "Jesus Histórico. Uma Brevíssima Introdução", da Klíne Editora. "O relato tem uma discussão de poder, de reis importantes vindo de longe prestar homenagem", completa.  Sem detalhes claros sobre o nascimento de Cristo, há quem duvide de sua existência. Na opinião dos especialistas, entretanto, essas correntes apresentam mais motivações ideológicas do que históricas, uma vez que há, sim, provas da existência da Jesus. "Ele é tão histórico quanto o imperador Tibério, ou a maioria dos imperadores romanos. Se você vai colocar Jesus como ficção, tem que colocar boa parte da história antiga na linha da ficção. Do que não se tem provas científicas é de que ele seja o salvador. Aí entra a questão da fé", afirma Costa.  "A quantidade de fontes antigas de períodos praticamente contemporâneos a Jesus que o mencionam é considerável – inclusive em obras não cristãs. Não faria sentido pensar que uma quantidade tão grande de fontes compostas quase ao mesmo tempo e por autores diferentes fizesse referência a uma pessoa que nunca existiu, ou que fosse fruto de uma invenção", diz Chaves. Segundo ele, a ideia segundo a qual Jesus seria uma invenção mítica surgiu por volta do século 18, e nenhum estudioso sério defende tal tese. "A quantidade de fontes antigas que mencionam Julio César, por exemplo, é muito menor do que as que mencionam Jesus. No entanto, nunca vi ninguém questionar a existência do primeiro", completa. Pesquisa recente Karen King, pesquisadora de Harvard, segura fragmento de papiro que sugere casamento de Jesus A mais recente pesquisa sobre a vida de Jesus trata de um fragmento de papiro traduzido do copta – idioma usado por cristãos no Egito antigo – pela professora da Escola de Teologia de Harvard Karen King e cita Jesus dizendo "minha mulher". A própria historiadora reconhece que o documento, escrito cerca de quatro séculos após a morte de Cristo segundo suas estimativas, não prova que ele fosse casado, apenas que cristãos dos primeiros séculos acreditavam nisso. "E ninguém sabe ao certo se esse papiro é real ou uma farsa", ressalta Costa. Estudar a vida de Cristo é um tema polêmico pois envolve  não só ciência, mas fé. Para Chevitarese, jamais existirá um retrato único dele. "É como um caleidoscópio. Existem inúmeros retratos de Jesus: no evangelho de João, Jesus é Deus; para Paulo, ele é o messias, mas não Deus. No fundo, Jesus é uma percepção de cada comunidade", 

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2012/12/25/jesus-nao-nasceu-no-dia-25-de-dezembro-veja-cinco-fatos-sobre-o-aniversariante-mais-famoso-do-dia.jhtm

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

José Medrado - Palestra: Perdas e o sentimento de ódio e mágoa (26.06.2012)


"Desejo a você...
Fruto do mato
Cheiro de jardim
Namoro no portão
Domingo sem chuva
Segunda sem mau humor
Sábado com seu amor
Ouvir uma palavra amável
Ter uma surpresa agradável
Noite de lua Cheia
Rever uma velha amizade
Ter fé em Deus
Não ter que ouvir a palavra não
Nem nunca, nem jamais e adeus.
Rir como criança
Ouvir canto de passarinho
Escrever um poema de Amor
Que nunca será rasgado
Formar um par ideal
Tomar banho de cachoeira
Aprender uma nova canção
Esperar alguém na estação
Queijo com goiabada
Pôr-do-Sol na roça
Uma festa
Um violão
Uma seresta
Recordar um amor antigo
Ter um ombro sempre amigo
Bater palmas de alegria
Uma tarde amena
Calçar um velho chinelo
Sentar numa velha poltrona
Tocar violão para alguém
Ouvir a chuva no telhado
Vinho branco
Bolero de Ravel...
E muito carinho meu".
Carlos Drummond de Andrade

"O professor disserta sobre ponto difícil do programa.
Um aluno dorme,
Cansado das canseiras desta vida.
O professor vai sacudí-lo?
Vai repreendê-lo?
Não.
O professor baixa a voz,
Com medo de acordá-lo."
Carlos Drummond de Andrade

MANEIRA DE AMAR
O jardineiro conversava com as flores e elas se habituaram ao diálogo. Passava manhãs contando coisas a uma cravina ou escutando o que lhe confiava um gerânio. O girassol não ia muito com sua cara, ou porque não fosse homem bonito, ou porque os girassóis são orgulhosos de natureza.
Em vão o jardineiro tentava captar-lhe as graças, pois o girassol chegava a voltar-se contra a luz para não ver o rosto que lhe sorria. Era uma situação bastante embaraçosa, que as outras flores não comentavam. Nunca, entretanto, o jardineiro deixou de regar o pé de girassol e de renovar-lhe a terra, na devida ocasião.
O dono do jardim achou que seu empregado perdia muito tempo parado diante dos canteiros, aparentemente não fazendo coisa alguma. E mando-o embora,depois de assinar a carteira de trabalho.
Depois que o jardineiro saiu, as flores ficaram tristes e censuravam-se porque não tinham induzido o girassol a mudar de atitude. A mais triste de todas era o girassol, que não se conformava com a ausência do homem. "VOCÊ O TRATAVA MAL, AGORA ESTÁ ARREPENDIDO?" "NÃO, RESPODEU, ESTOU TRISTE PORQUE AGORA NÃO POSSO TRATÁ-LO MAL. É A MINHA MANEIRA DE AMAR, ELE SABIA DISSO, E GOSTAVA".
Carlos Drummond de Andrade

Ainda que mal

Ainda que mal pergunte,
ainda que mal respondas;
ainda que mal te entenda,
ainda que mal repitas;
ainda que mal insista,
ainda que mal desculpes;
ainda que mal me exprima,
ainda que mal me julgues;
ainda que mal me mostre,
ainda que mal me vejas;
ainda que mal te encare,
ainda que mal te furtes;
ainda que mal te siga,
ainda que mal te voltes;
ainda que mal te ame,
ainda que mal o saibas;
ainda que mal te agarre,
ainda que mal te mates;
ainda assim te pergunto
e me queimando em teu seio,
me salvo e me dano: amor.
Carlos Drummond de Andrade

domingo, 2 de dezembro de 2012


A Idade de Ser Feliz

Existe somente uma idade para a gente ser feliz,
somente uma época na vida de cada pessoa
em que é possível sonhar e fazer planos
e ter energia bastante para realizá-las
a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.

Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente
e desfrutar tudo com toda intensidade
sem medo, nem culpa de sentir prazer.

Fase dourada em que a gente pode criar
e recriar a vida,
a nossa própria imagem e semelhança
e vestir-se com todas as cores
e experimentar todos os sabores
e entregar-se a todos os amores
sem preconceito nem pudor.

Tempo de entusiasmo e coragem
em que todo o desafio é mais um convite à luta
que a gente enfrenta com toda disposição
de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO,
e quantas vezes for preciso.

Essa idade tão fugaz na vida da gente
chama-se PRESENTE
e tem a duração do instante que passa.
desconhecido

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem, ou sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender. E se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto. A bondade humana é uma chama que pode ser oculta, jamais extinta." (Nelson Mandela)
Aqui vai mais um retrato do infeliz Brasil da atualidade. Porque Fátima Bernardes saiu do JN-Globo Para quem engoliu o "não sabia de nada" do Lula, o pequeno engano da Dilma é fichinha... Assim caminha o Brasil. E la nave va... Granma para quem não sabe é um jornaleco que é controlado pela ditadura do Partido Comunista Cubano, só fala bem do governo, mentindo descontroladamente. Ultimamente tenho visto que a Globo tem cessado qualquer ataque ao governo e ao PT, e começou a virar uma especie de Granma brasileiro inclusive se sujeitando aquelas constrangedoras matérias onde o Brasil é uma nova e ascendente potencia mundial em meio a crise econômica mundial, todos estão felizes e tem emprego sobrando para todo mundo. Resolvi fazer uma pequena pesquisa e não foi difícil descobrir o motivo. Os próprios blogs esquerdistas se entregam... O todo poderoso do jornalismo da Globo até pouco tempo atras era o Ali Kamel que tinha seus defeitos, mas não gostava de cotas, populismo, bolsa esmola e principalmente de ladrão, logo não gostava do PT. A Dilma "Estela-Luiza-Patricia-Wanda" Rousseff no melhor estilo Hugo Chaves chamou a Globo e lembrou que estão chegando a época de renovação de concessão e que o Ali Kamel estava incomodando, pois se continuasse a cair ministros corruptos logo não teria mais ninguém em Brasília e mandou colocar um "cumpanheiro" no lugar dele, um esquerdista. O nome era Amauri Soares, um grande entusiasta dos petralhas. Isso foi feito, Amauri Soares como todo bom esquerdista já entrou colocando mamata para a família, no caso a mulher dele, a Patricia Poeta, que entrou via peixada no Jornal Nacional. Veja que foto meiga, no meio o possível futuro novo ancora do JN. http://www.thaisagalvao.com.br/wp/wp-content/uploads/2011/12/patricia-e-amauri.jpg Isso explica a atual cara de bunda do William Bonner que viu sua mulher ser obrigada a ter uma crise de "cansaço" e "pedir" para sair e buscar outros ares na tenebrosa manha da Globo junto com programas do naipe de Ana Maria Braga. Não podemos nos espantar se daqui a pouco o Bonner sair e entrar algum companheiro do partido ou algum outro parente do Amauri Soares. Já que o PT não conseguiu enfiar goela abaixo o controle da mídia, tentado varias vezes por Lula, resolveu enquadrar a maior emissora e formadora de opinião do país na cartilha do partidão. E assim vai caminhando nossa pseudo-democracia. Os petralhas já compraram a UNE, os sindicatos, a OAB, bancaram a maravilhosa e imparcial "Carta Capital" e agora a Globo caiu de quatro. Estamos caminhando a passos largos para virarmos uma Venezuela. ps. O povão é tão debil mental que ao invés de se revoltar com os escândalos dos ministros, que só caíram apenas e tão somente devido a denuncias das poucas trincheira anti-pt como a Veja e a Folha, acreditam que isso se deve ao espirito disciplinador e justiceiro da digníssima presidenta que é tão honesta que falsificou o próprio currículo lattes inventando "apenas" um mestrado e um doutorado e depois que a casa caiu disse que foi um "pequeno erro". Ou seja não existe mais falsidade ideológica, é tudo apenas um pequeno engano. Na próxima reforma do CPB é capaz de cair o artigo 299. http://www.estadao.com.br/noticias/geral,dilma-rousseff-admite-erro-em-curriculo,399151,0.htm Para quem engoliu o "não sabia de nada" do Lula, o pequeno engano da Dilma é fichinha... Para pensar: "A essência da propaganda é ganhar as pessoas para uma ideia de forma tão sincera, com tal vitalidade, que, no final, elas sucumbam a essa ideia completamente, de modo a nunca mais escaparem dela. A propaganda quer impregnar as pessoas com suas ideias. É claro que a propaganda tem um propósito. Contudo, este deve ser tão inteligente e virtuosamente escondido que aqueles que venham a ser influenciados por tal propósito NEM O PERCEBAM." (Joseph Goebbels) "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto." (Rui Barbosa) ANGELA FRANÇA
Sábio é aquele que conhece muitas perguntas com poucas respostas.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012


Eu não tenho mais medo da casa vazia
Nem dos espaços vagos
Não tenho mais medo de ver alguém indo embora
É difícil forçar o sorriso quando eu vejo velhos amigos e estou sozinha
Mas eu não estou fazendo isso
Estou sorrindo... risos verdadeiros
Se tiver que chorar... choro!
Não tenho mais medo.
As lembranças estão se apagando lentamente...
Coisas novas estão ocupando os espaços vagos
Fui mãe muito tempo.
Fui casada muito tempo.
Trabalhei muito tempo.

Amei muito tempo.
A vida surpreende-me em cada instante.
Os dias passam numa velocidade importante.
 Não tenho medo do escuro.
Nem do anoitecer
Já não sinto a casa vazia
, mas sinto-a cheia de mim.
Uma casa minha, a minha expressão, o meu eu.

"Ficar dentro de mim" parece uma ordem que hoje obedeço sem pensar.
Ficar dentro de mim é apenas gozar o prazer de ser eu.
Eu, neste momento da minha vida.
Eu, no balanço que faço de mim.
Não espero nada, não me falta nada
e, ao mesmo tempo, que espero tanto.
Se a vida é uma viagem.
Eu sou
a viagem, a viajante e o caminho
Em cada momento decidindo o que fazer
Parar ou avançar
Seja porque se abandona, seja porque se sente abandonado à mudança implica sempre custos que temos de enfrentar...
 Recomecei do zero...
Porque sinto um desejo imenso de me re-inventar.
LICHAVES



terça-feira, 20 de novembro de 2012


É claro que esse dia ia chegar
Só não precisa chegar tão rápido
Só não precisa chegar tão de repente
Só não precisava chegar

sábado, 17 de novembro de 2012


Estava ouvindo uma palestra em que o palestrante disse que nós brasileiros somos um povo muito hipócrita.
Pensando bem somos mesmo. Uma vez fui passear numa  casa de uma senhora alemã e perto da hora do almoço ela me disse o que eu queria comer,eu disse:pode ser qualquer coisa uma amiga que estava comigo disse- seja mais específica tudo bem gosto de batatas   fritas então ela me perguntou- quantas?Eu disse orra!!! Nós brasileiros não somos assim não quando alguém vai a nossa casa almoçar colocamos na mesa uma porrada de batatas, arroz, carne etc. eu para agradar disse para a senhora – me desculpe pelo transtorno que estou causando e ela me respondeu:- É um transtorno sim, pois tenho que ir ao mercado enfrentar a fila para comprar as batatas, mas, tudo bem faço isso com o maior prazer. Eu disse para minha amiga,que mulher mais sem educação ela sorriu e disse,nada disso é a cultura deles,nós brasileiros é que somos muito hipócritas,fingimos muito.Eu pensei é verdade ...quando em pleno domingo estamos dormindo e as sete horas da manhã  alguém como aquelas pessoas de uma certa religião bate em sua porta e diz: – Ti acordei,estou ti incomodano?Você responde – Nãoooo imagine!
Claro que Está!Como pode alguém ir a sua casa numa manhã de domingo sem ser convidado e pra falar coisas que você nem quer ouvir? Como não está incomodando?Aliás, está sendo inconveniente, mas ninguém tem coragem de falar.
E quando você vai viajar?Eu adoro viajar de ônibus!Fico olhando as paisagens,pensando,imaginando cada coisa e quando eu estou naquele momento só meu,no meu mundinho particular,senta do meu lado um FDP e dispara a falar,falar...às vezes conta sua vida inteira.Puta que pariu,vai se foderrrr, eu lá quero saber da vida de quem nem conheço,de quem nunca vi?Aliás, não quero saber da vida de ninguém nem de quem conheço. Aliás a pior coisa que tem é quando você encontra algum conhecido e perguntaL(eu não faço mais isso)-Olá como vai?E a pessoa vai lhe contar sua vida, seus problemas você naquela pressa tanta coisa para resolver faz menção de ir embora... e a pessoa lhe acompanha,falando,falando...Putz que mala e você fica ali com aquela cara de chuchu.É verdade somos um país de hipócritas.E na época de política então...vem aquele seu amigo que saiu candidato pede seu voto e sua ajuda para arrumar mais eleitores e você diz:-Pode deixar cara...eu estou contigo,vou ti ajudar!Acontece que você não tem só um “amigo” que saiu candidato e fala a mesma coisa pra todos eles, depois ainda diz:- Como esses políticos são falsos!!!Rarará.
Mas no Brasil é assim... se você fala  for verdadeiro,você é mal educado,grosso,polêmico (êta palavra bonita,eu gosto).Cultura é cultura fazer o que né?(...)
LICHAVES

sexta-feira, 16 de novembro de 2012




VISITE ANALÂNDIA-SP




Do passado eu me esqueci
No presente eu me perdi...
se perguntarem diga que eu saí.
VISITE ANALÂNDIA - SP
Eu sou a mosca que pousou em sua sopa.
Eu sou a mosca que pintou pra lhe abusar...
SEM COMENTÁRIOS...
 
Posted by Picasa

quinta-feira, 15 de novembro de 2012


SEIS AULAS DE GESTÃO ESTRATÉGICA...


AULA 1

Um corvo está sentado numa árvore o dia inteiro sem fazer nada. Um pequeno coelho vê o corvo e pergunta:
- Eu posso sentar como você e não fazer nada o dia inteiro?
O corvo responde:
- Claro, porque não?
O coelho senta no chão embaixo da árvore e relaxa. De repente uma raposa aparece e come o coelho.

Conclusão: *Para ficar sentado sem fazer nada, você deve estar no topo*.
 

AULA 2


Na África todas as manhãs o veadinho acorda sabendo que deverá conseguir correr mais do que o leão se quiser se manter vivo.
Todas as manhãs o leão acorda sabendo que deverá correr mais que o veadinho se não quiser morrer de fome.

Conclusão: *Não faz diferença se você é veadinho ou leão, quando o sol nascer você tem que começar a correr.*
 

AULA 3


Dois funcionários e o gerente de uma empresa saem para almoçar e na rua encontram uma antiga lâmpada a óleo.
Eles esfregam a lâmpada e de dentro dela sai um gênio.
O gênio diz:
- Eu só posso conceder três desejos, então, concederei um a cada um de vocês!
- Eu primeiro, eu primeiro. ' grita um dos funcionários!!!!
- Eu quero estar nas Bahamas dirigindo um barco, sem ter nenhuma preocupação na vida '... Pufff e ele foi.
O outro funcionário se apressa a fazer o seu pedido:
- Eu quero estar no Havaí, com o amor da minha vida e um provimento interminável de pina coladas! Puff, e ele se foi.
- Agora você - diz o gênio para o gerente.
- Eu quero aqueles dois de volta ao escritório logo depois do almoço para uma reunião!

Conclusão: *Deixe sempre o seu chefe falar primeiro*.
 

AULA 4


Um padre está dirigindo por uma estrada quando um vê uma freira em pé no acostamento.
Ele para e oferece uma carona que a freira aceita.
Ela entra no carro, cruza as pernas revelando suas lindas pernas.
O padre se descontrola e quase bate com o carro.
Depois de conseguir controlar o carro e evitar acidente ele não resiste e coloca a mão na perna da freira.
A freira olha para ele e diz:
- Padre, lembre-se do Salmo 129!
O padre sem graça se desculpa:
- Desculpe Irmã, a carne é fraca... E tira a mão da perna da freira.
Mais uma vez a freira diz:
- Padre, lembre-se do Salmo 129!
Chegando ao seu destino a freira agradece e, com um sorriso enigmático, desce do carro e entra no convento.
Assim que chega à igreja o padre corre para as Escrituras para ler o Salmo 129, que diz: 'Vá em frente, persista, mais acima encontrarás a glória do paraíso'.

Conclusão: *Se você não está bem informado sobre o seu trabalho, você pode perder excelentes oportunidades* 

AULA 5 


Um homem está entrando no chuveiro enquanto sua mulher acaba de sair e está se enxugando.
A campainha da porta toca.
Depois de alguns segundos de discussão para ver quem iria atender a porta a mulher desiste, se enrola na toalha e desce as escadas.
Quando ela abre a porta, vê o vizinho Nestor em pé na soleira. Antes que ela possa dizer qualquer coisa, Nestor diz:
- Eu lhe dou 3.000 reais se você deixar cair esta toalha!
Depois de pensar por alguns segundos, a mulher deixa a toalha cair e fica nua.
Nestor então entrega a ela os 3.000 reais prometidos e vai embora.
Confusa, mas excitada com sua sorte, a mulher se enrola de novo na toalha e volta para o quarto.
Quando ela entra no quarto, o marido grita do chuveiro:
- Quem era?
- Era o Nestor, o vizinho da casa ao lado, diz ela.
- Ótimo! Ele lhe deu os 3.000 reais que ele estava me devendo?

Conclusão: *Se você compartilha informações a tempo, você pode prevenir exposições desnecessárias*

AULA 6


Um fazendeiro resolve colher algumas frutas em sua propriedade, pega um balde vazio e segue rumo às árvores frutíferas.
No caminho ao passar por uma lagoa, ouve vozes femininas e acha que provavelmente algumas mulheres invadiram suas terras.
Ao se aproximar lentamente, observa várias belas garotas nuas se banhando na lagoa.
Quando elas percebem a sua presença, nadam até a parte mais profunda da lagoa e gritam:
- Nós não vamos sair daqui enquanto você não deixar de nos espiar e for embora.
O fazendeiro responde:
- Eu não vim aqui para espiar vocês, eu só vim alimentar os jacarés!

Conclusão: *A criatividade é o que faz a diferença na hora de atingirmos nossos objetivos mais rapidamente*.

José Medrado - Palestra: "Transformar é desafio" (25.10.2011)

domingo, 11 de novembro de 2012

Longevidade Saudável - Olga Bongiovanni entrevista Dr. Ítalo Rachid - Te...

A FARSA DO FILTRO SOLAR. O SOL NÃO É O PRINCIPAL VILÃO!

Saiba quais são os piores alimentos que ingerimos!

Sono e a imunidade

DR. LAIR RIBEIRO - O RISCO DE BEBER ÁGUA ENGARRAFADA

Refrigerante faz mal a saúde

sábado, 10 de novembro de 2012

FATO REAL - O FILHO DO DOUTOR - Leandro Victor e Juliano

O último julgamento (muito bonito)

Um certo Galileu

Se eu pudesse conversar com Deus

Antonio Marcos - O Homem De Nazaré

O homem_Roberto Carlos_legendado

Roberto Carlos A Montanha

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Medo dos Outros- Gasparetto- Parte 9

Gasparetto - Poder Pessoal

Vídeos Espíritas - ESPIRITISMO - DOCUMENTÁRIO - CAIRBAR SCHUTEL, O BANDEIRANTE DO ESPIRISTISMO - PARTE 1 DE 3 Vídeos

Vídeos Espíritas - ESPIRITISMO - DOCUMENTÁRIO - CAIRBAR SCHUTEL, O BANDEIRANTE DO ESPIRISTISMO - PARTE 1 DE 3 Vídeos

Um dia a maioria de nós irá se separar. Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, as descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos que compartilhamos...

Saudades até dos momentos de lágrima, da angústia, das vésperas de finais de semana, de finais de ano, enfim... do companheirismo vivido... Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre...

Hoje não tenho mais tanta certeza disso. Em breve cada um vai pra seu lado, seja pelo destino, ou por algum desentendimento, segue a sua vida, talvez continuemos a nos encontrar, quem sabe... nos e-mails trocados...

Podemos nos telefonar... conversar algumas bobagens. Aí os dias vão passar... meses... anos... até este contato tornar-se cada vez mais raro. Vamos nos perder no tempo...

Um dia nossos filhos verão aquelas fotografias e perguntarão: Quem são aquelas pessoas? Diremos que eram nossos amigos. E... isso vai doer tanto!!! Foram meus amigos, foi com eles que vivi os melhores anos de minha vida!

A saudade vai apertar bem dentro do peito. Vai dar uma vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente... Quando o nosso grupo estiver incompleto... nos reuniremos para um último adeus de um amigo. E entre lágrima nos abraçaremos...

Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vidinha isolada do passado... E nos perderemos no tempo...

Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades...

Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores... mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!!!
Vinícius de Moraes

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

      Hoje eu acordei com um desejo enorme de falar um pouco de mim,muitas pessoas me procuram sempre quando estão com problemas eu ouso dou alguns palpites,ajudo em algumas soluções as vezes não sei muito o que dizer...mas não sei porque,elas sempre voltam quando estão com problemas,ou quando estão tristes,deprimidas ainda não entendi muito porque só atraio esse tipo de pessoas, não é que eu não goste nada disso mas quase sempre estou até piores que elas, nunca falo de mim claro que as vezes digo algumas coisas superficiais coisas que todos já sabem ou pensam que sabem.Han se as pessoas soubessem aquilo que eu sinto se elas pudessem ler meus pensamentos sempre dizem que não me entendem. Claro que não!Eu as confundo,não sou transparente como elas são,me guardo muito porque me entender é mesmo complicado até eu as vezes quer dizer...até hoje não sei quem eu sou,desde muito cedo me procuro dentro de mim e quanto mais me busco mais me perco penso que estou sempre fugindo de mim.Um dia eu tenho certeza que ficarei cara a cara comigo,han quando esse dia chegar tenho tantas coisas para me dizer,para me responder.Enquanto esse dia não chega eu represento meu papel,aquele que vem escrito num script de uma coisa tenho certeza eu represento muito bem meu papel, mas; mas quando as cortinas se fecharem...
   Ai de mim!!!
Lichaves.

Discurso inédito de Einstein para os Cristãos

segunda-feira, 5 de novembro de 2012


Poema Transitório

(...) é preciso partir
é preciso chegar
é preciso partir é preciso chegar... Ah, como esta vida é urgente!

... no entanto
eu gostava mesmo era de partir...
e - até hoje - quando acaso embarco
para alguma parte
acomodo-me no meu lugar
fecho os olhos e sonho:
viajar, viajar
mas para parte nenhuma...
viajar indefinidamente...
como uma nave espacial perdida entre as estrelas.
Mario Quintana


Ao longe essa luz sem brilho
Sobre mim a noite fria
Caminho ao longo desse trilho
Sem nunca perceber essa apatia
Corro para essa luz, sem pressa

Pois essa luz não cumprirá a promessa
É luz sem cor, sem amor nem calor
Luz sem apreço, endereço nem consideração
Fria ao toque, estática, pálida, sem compaixão

Para onde vou, para onde estou a ir
Não é solução, não é o que quero seguir
Essa ausência, essa indiferença, essa distância
Essa insignificância, sem importância da ignorância
Esta solidão, esta confusão e incerteza
Que me percorre as veias e me sufoca e agonia
Me mata e me destrói na dúbia certeza
Essa luz não é meu futuro, não é a felicidade
Algo tem de mudar, mesmo contra essa vontade

domingo, 4 de novembro de 2012

::: ISSO TAMBÉM PASSA :::


"Diz-nos o Chico Xavier que esta frase foi como bálsamo para a dor imensa que ele sentia e que a escreveu num papel e colocou na cabeceira da cama.

Um dia um amigo do Chico que achou a frase muito interessante disse-lhe:-"Chico vou fazer o mesmo,colocar esta frase na cabeceira da minha cama".

-"Faça isso mesmo,meu filho,mas não esqueça que o espirito Emmanuel,também me disse que ela serve tanto para momentos tristes,como para momentos alegres".
Como vêem,queridos irmãos ,tenhamos paciência,resignação e fé...porque tudo passa e melhores dias virão,porque Deus que tanto nos ama não pôe fardos pesados em ombros fracos."


Fonte :Revista Fraternidade
Suponho Existente TUDO que é Inexistente.
Esta noite eu perdi o sono mas não fui procurá-lo, aproveitei para pensar e repensar minha vida,fiz uma análise e cheguei a uma conclusão.Preciso urgentemente fazer uma faxina nela . Decidi. Começo hoje!Vou jogar fora sentimentos que estão guardados só ocupando espaços e abrir o coração com sentimentos novos para preencher os espaços que ficarão vazios,quero rever alguns conceitos que considero já ultrapassados vou limpar o baú das quinquilharias que vim armazenado ao longo do tempo...vai levar algum tempo essa faxina mas tenho certeza de que valerá a pena.
Há momentos que nos sentimos tristes, sozinhos,perdidos...sem saber o que fazer.Creio que todos nós já nos sentimos assim.
Mas quando erguemos nossos olhos para o céu ou quando olhamos para uma flor desabrochando para as águas escorrendo de uma cachoeira para as águas do mar que parece se perder no infinito quando vemos o sorriso doce de uma criança tudo se modifica porque nos damos conta que Deus

 existe e que tudo que vem de Deus é simples e maravilhoso.Nesse momento nos encontramos e tudo se transforma.É assim que me sinto hoje,como uma criança que quando cai e se machuca vem o papai correndo desesperado pega o filho chorando no colo e diz:Não foi nada papai está aqui tudo vai passar.
Obrigada papai tudo que eu preciso é do teu colo nele me sinto segura.
ASS:EU Lina sua filha.

SUTRA SAGRADA (Parte 1/8) Deus

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Mas como eu posso ser feliz num poleiro?
Como eu posso ser feliz sem pular ?
Mas como eu posso ser feliz num viveiro,
Se ninguém pode ser feliz sem voar?

O QUE É CHISTE?


Imagine a seguinte situação: você está conversando com um grupo de amigos sobre um assunto qualquer. Em um dado momento um de seus amigos diz uma frase que, para você, foi engraçada. Mesmo consciente de que a frase não justificava o riso, você é atingido por uma onda cômica. Nesta circunstância você provavelmente fez um chiste.

Quando ouvimos um comentário do qual achamos graça é porque damos a ele um sentido diferente daquele que realmente tem. A este processo psíquico, breve e prazeroso, denominamos chiste.

Originada do alemão Witz, que significa “gracejo”, a palavra chiste é encontrada na obra de Freud, pai da psicanálise, que define o chiste como uma espécie de válvula de escape de nosso inconsciente, que o utiliza para dizer, em tom de brincadeira, aquilo que verdadeiramente pensa.

Freud acreditava que utilizar o humor e a ironia no dia-a-dia deixava o cotidiano mais leve e a realidade mais tolerável. E é isto que o chiste possibilita quando conecta arbitrariamente, através de uma associação verbal, duas idéias contrárias.

Espero que esta pequena e presunçosa explicação tenha ajudado a todos aqueles que me perguntaram o que era chiste.

Batizar como HORA DO CHISTE! o espaço cômico do Dimensão Humana foi uma expressão de minha entupida veia psicológica.
Imagem: Getty Images
Deus
Passei tanto tempo te procurando .
Não sabia onde estavas , olhava
para o infinito,
não te via .

E , pensava comigo mesmo, será
que tu existe?
Não me contentava na busca e
prosseguia.
Tentara te encontrar nas religiões e
nos templos .
Tu também não estavas .
Te busquei através dos sarcedotes e
pastores ,
também não encontrei.
Senti -me só, vazio , desesperado
descri .
E na descrença te ofendi.
E na ofensa tropecei .
E na queda senti -me fraco.
Fraco procurei socorro .
No socorro encontrei amigos.
Nos amigos encontrei carinho.
No carinho eu vi nascer o amor.
Com amor eu vi um mundo novo .
E no mundo novo resolvi
viver .
O que recebi resolvi doar .
Doando alguma coisa muito recebi.
E em recebendo senti -me feliz .
E ao ser feliz encontrei a paz .
E tendo paz foi que enxerguei.
Que dentro de mim é que tu
estavas.
E sem procurar-te
Foi que encontrei.

Chico Xavier

quinta-feira, 18 de outubro de 2012


A CARROÇA VAZIA

Num certo dia, um pai convidou o filho para irem de maratona a Atenas a pé. O filho aceitou com entusiasmo, e disse: que bom! meu querido pai, quem sabe se não vejo os ilustres sábios a discutirem na ágora de Atenas. E foram caminhando. Depois de um certo tempo pararam para descansar debaixo de frondosas árvores à beira de uma riacho. Se fartaram de beber água e descansaram sob as sombras ouvindo as melodias dos pássaros. Nesse instante ,  ouviu-se um barulho. O menino apurou os ouvidos e disse: - esse barulho deve ser de uma carroça.

- Isso mesmo, disse o pai do menino. É uma carroça vazia.

O filho perguntou ao pai:

-Papai, como o senhor pode saber se a carroça está vazia se ainda não a vimos?

Então o pai disse:

-Ora, é muito fácil saber se uma carroça está vazia por causa do barulho. Quanto mais vazia a carroça, maior é o barulho que ela faz.

O menino virou adulto, e quando ele via uma pessoa falando demais, inoportuna, se intrometendo nas conversas dos outros, tinha a impressão de ouvir a voz do pai dizendo:

"Quanto mais vazia a carroça, maior é o barulho."

.

De ESOPO - fabulista grego.

.

Moral da história:

"Quem muito fala, muito erra."

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato. E então, pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome... Auto-estima.

Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.
Hoje sei que isso é...Autenticidade.

Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que

 tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de... Amadurecimento.

Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.
Hoje sei que o nome disso é... Respeito.

Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável... Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama... Amor-próprio.

Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro.
Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é... Simplicidade.

Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei muitas menos vezes.
Hoje descobri a... Humildade.

Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.
Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é... Plenitude.

Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é... Saber viver!!!
Charles Chaplin

quinta-feira, 11 de outubro de 2012


Ando meio perdida, mas não me procure deixe-me seguir meu caminho em paz quem sabe eu me encontro por aí... quem sabe eu possa me ouvir.
A vida inteira me procurou andei, andei ,andei, mas não sei onde está o meu Eu fugi de mim...
Escondi-me.
Um dia eu vou me encontrar...
Se vai demorar?
Sei lá... não tenho pressa.
Tenho toda a eternidade
Lichaves

José Medrado - Palestra: "Sua vida é seu reflexo" (07.08.2012)


Eu não tenho com quem conversar meus amigos são fúteis falam de coisas fúteis amam coisas fúteis não têm ouvidos para me ouvirem... falo com Deus mas é um monólogo ele não me responde fica em silêncio só ouvindo não sei o que ele responderia para mim; me sinto muito só...já cansei de tudo isso passo todo tempo comigo e as vezes sinto falta de alguém.
Isso as vezes me cansa...
Onde está você agora?

sábado, 6 de outubro de 2012

Não quis te chamar de velha
Minha querida, mil desculpas!

Não precisava ficar brava comigo, eu apenas me expressei mal. Quando disse que você parecia a minha nona, não quis dizer que você está velha, mas apenas lembrei que você é tão meiga e delicada quanto a minha vózinha; isso, aquela que você conhece, a velha Violeta, que mora lá no Sul!
É que você não tem a menor paciência comigo e toma tudo ao pé-da-letra, pôxa vida! Eu só estava querendo ser gentil com você e, portanto, acho uma injustiça você ficar esse tempo todo sem querer falar comigo. Ainda mais que eu sei que você não pára de ouvir aquela música do Djavan na qual ele diz que "Deus criou a via-láctea e os dinossauros pensando em você"... A via-láctea, tudo bem; mas, os dinossauros é demais, não é! Já pensou se eu te digo uma coisa dessas? Era capaz de você dar com o rolo de macarrão no meio dos meus cornos (ôpa, olha só eu me expressando mal de novo, ainda bem que isto é uma carta e dá tempo de explicar que eu não quis te chamar de infiel)! Mas, voltando à história dos dinossauros, se fosse eu, você ficaria fula, mas o Djavan cantando você acha o máximo.
Quer saber mais: outro dia você ficou nervosa só porque eu disse que a sua mãe parece com a Erundina. Vê se pode, ficar brava por causa disso? Eu só queria dizer que a sua mãe é uma pessoa batalhadora e luta pelos seus objetivos. Foi um elogio, mas até você entender, fiquei repetindo explicações feito um papagaio de circo e quase te chamei de burra, de tão teimosa e irredutível que você estava. Puxa, ainda bem que eu não disse que você era burra, não é minha flor*?

Um beijo do
(assinatura)

* já ia me esquecendo: flor quer dizer flor mesmo, tá?
Não quis te chamar de velha
Minha querida, mil desculpas!

Não precisava ficar brava comigo, eu apenas me expressei mal. Quando disse que você parecia a minha nona, não quis dizer que você está velha, mas apenas lembrei que você é tão meiga e delicada quanto a minha vózinha; isso, aquela que você conhece, a velha Violeta, que mora lá no Sul!
É que você não tem a menor paciência comigo e toma tudo ao pé-da-letra, pôxa vida! Eu só estava querendo ser gentil com você e, portanto, acho uma injustiça você ficar esse tempo todo sem querer falar comigo. Ainda mais que eu sei que você não pára de ouvir aquela música do Djavan na qual ele diz que "Deus criou a via-láctea e os dinossauros pensando em você"... A via-láctea, tudo bem; mas, os dinossauros é demais, não é! Já pensou se eu te digo uma coisa dessas? Era capaz de você dar com o rolo de macarrão no meio dos meus cornos (ôpa, olha só eu me expressando mal de novo, ainda bem que isto é uma carta e dá tempo de explicar que eu não quis te chamar de infiel)! Mas, voltando à história dos dinossauros, se fosse eu, você ficaria fula, mas o Djavan cantando você acha o máximo.
Quer saber mais: outro dia você ficou nervosa só porque eu disse que a sua mãe parece com a Erundina. Vê se pode, ficar brava por causa disso? Eu só queria dizer que a sua mãe é uma pessoa batalhadora e luta pelos seus objetivos. Foi um elogio, mas até você entender, fiquei repetindo explicações feito um papagaio de circo e quase te chamei de burra, de tão teimosa e irredutível que você estava. Puxa, ainda bem que eu não disse que você era burra, não é minha flor*?

Um beijo do
(assinatura)

* já ia me esquecendo: flor quer dizer flor mesmo, tá?

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Estico os dedos para alcançar por dentro.


Brinco de esconder,

procuro novo de mim.



Há mais esconderijos que olhos,

não sou capaz de me encontrar.



Todos que fui

ainda não me acharam.



Brinco de perder-me,

brinco de desorganizar,

brinco de inverter

brinco de desorganizar,

brinco de perder-me,
Aprendi a me conhecer
lentamente.

A mudar

rapidamente.



Quando me descubro já não sou.


Razão x desejo

A razão é imprecisa,
abstrata.

O desejo é indiscutível
e absoluto.

Quem deseja, sempre tem razão.

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...
William Shakespeare












vocêsabeessa

PRECONCEITO

MEUS AMIGOS Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila. Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante. A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos. Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo. Deles não quero resposta, quero meu avesso. Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim. Para isso, só sendo louco. Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças. Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta. Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria. Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto. Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade. Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos. Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça. Não quero amigos adultos nem chatos. Quero-os metade infância e outra metade velhice! Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa. Tenho amigos para saber quem eu sou. Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que "normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril. Oscar Wilde