Translate

quinta-feira, 30 de junho de 2011

RECEBI E REPASSO POIS DE FATO É ALARMANTE E ABSURDO O FATO DESCRITO PELO EMPRESÁRIO. NÃO É NECESSÁRIO ACESSAR O LINK INDICADO, POIS A REPORTAGEM ESTÁ NA ÍNTEGRA ABAIXO. É VERDADEIRA E PUBLICADA NA REVISTA EXAME DA ABRIL. POR FAVOR LEIAM, REPASSEM E VEJAM SE TEM CABIMENTO UM FATO COMO ESTE. Abraços. Maurício Desabafo de um empresário de São Leopoldo (RS) ESSA MERECE SER COLOCADA NA FRENTE DE UM VENTILADOR PARA SER ESPALHADA POR ESTE NOSSO BRASIL! Se preferirem acessem o Link: http://exame.abril.com.br/revista-exame/edicoes/0619/noticias/sou-um-fora-da-lei-m0049688 É lamentável e assustadora a entrevista, mas infelizmente é verdade ... São Leopoldo tem um dos menores índices de analfabetismo e de mendicância do país, talvez por causa de homens como este! SILVINO GEREMIA É EMPRESÁRIO DE SÃO LEOPOLDO - Rio Grande do Sul. Eis o seu desabafo, publicado na revista EXAME: "Acabo de descobrir mais um desses absurdos que só servem para atrasar a vida das pessoas que tocam e fazem este país: investir em Educação é contra a lei . Vocês não acreditam? Minha empresa, a Geremia, tem 25 anos e fabrica equipamentos para extração de petróleo, um ramo que exige tecnologia de ponta e muita pesquisa. Disputamos cada pedacinho do mercado com países fortes, como os Estados Unidos e o Canadá. Só dá para ser competitivo se eu tiver pessoas qualificadas trabalhando comigo. Com essa preocupação criei, em 1988, um programa que custeia a educação em todos os níveis para qualquer funcionário, seja ele um varredor ou um técnico. Este ano, um fiscal do INSS visitou a nossa empresa e entendeu que Educação é Salário Indireto. Exigiu o recolhimento da contribuição social sobre os valores que pagamos aos estabelecimentos de ensino freqüentados por nossos funcionários, acrescidos de juros de mora e multa pelo não recolhimento ao INSS. Tenho que pagar 26 mil reais à Previdência por promover a educação dos meus funcionários? Eu honestamente acho que não. Por isso recorri à Justiça. Não é pelo valor em si , é porque acho essa tributação um atentado. Estou revoltado. Vou continuar não recolhendo um centavo ao INSS, mesmo que eu seja multado 1000 vezes. O Estado brasileiro está completamente falido. Mais da metade das crianças que iniciam a 1ª série não conclui o ciclo básico. A Constituição diz que educação é direito do cidadão e um dever do Estado. E quem é o Estado? Somos todos nós. Se a União não tem recursos e eu tenho, acho que devo pagar a escola dos meus funcionários. Tudo bem, não estou cobrando nada do Estado. Mas também não aceito que o Estado me penalize por fazer o que ele não faz. Se essa moda pega, empresas que proporcionam cada vez mais benefícios vão recuar.. Não temos mais tempo a perder. As leis retrógradas, ultrapassadas e em total descompasso com a realidade devem ser revogadas. A legislação e a mentalidade dos nossos homens públicos devem adequar-se aos novos tempos. Por favor, deixem quem está fazendo alguma coisa trabalhar em paz. E vão cobrar de quem desvia dinheiro, de quem sonega impostos, de quem rouba a Previdência, de quem contrata mão-de-obra fria, sem registro algum. Eu Sou filho de família pobre, de pequenos agricultores, e não tive muito estudo. Somente consegui completar o 1º grau aos 22 anos e, com dinheiro ganho no meu primeiro emprego, numa indústria de Bento Gonçalves, na serra gaúcha, paguei uma escola técnica de eletromecânica. Cheguei a fazer vestibular e entrar na faculdade, mas nunca terminei o curso de Engenharia Mecânica por falta de tempo. Eu precisava fazer minha empresa crescer. Até hoje me emociono quando vejo alguém se formar. Quis fazer com meus empregados o que gostaria que tivessem feito comigo. A cada ano cresce o valor que invisto em educação porque muitos funcionários já estão chegando à Universidade. O fiscal do INSS acredita que estou sujeito a ações judiciais. Segundo ele, algum empregado que não receba os valores para educação poderá reclamar uma equiparação salarial com o colega que recebe.. Nunca, desde que existe o programa, um funcionário meu entrou na Justiça. Todos sabem que estudar é uma opção daqueles que têm vontade de crescer... E quem tem esse sonho pode realizá-lo porque a empresa oferece essa oportunidade. O empregado pode estudar o que quiser, mesmo que seja Filosofia, que não teria qualquer aproveitamento prático na nossa Empresa Geremia. No mínimo, ele trabalhará mais feliz. Meu sonho de consumo sempre foi uma Mercedes-Benz. Adiei sua realização várias vezes porque, como cidadão consciente do meu dever social, quis usar meu dinheiro para fazer alguma coisa pelos meus 280 empregados. Com os valores que gastei no ano passado na educação deles, eu poderia ter comprado Duas Mercedes. Teria mandado dinheiro para fora do País e não estaria me incomodando com essas leis absurdas . Mas infelizmente não consigo fazer isso. Eu sou um teimoso. No momento em que o modelo de Estado que faz tudo está sendo questionado, cabe uma outra pergunta. Quem vai fazer no seu lugar? Até agora, tem sido a iniciativa privada. Não conheço, felizmente, muitas empresas que tenham recebido o mesmo tratamento que a Geremia recebeu da Previdência por fazer o que é dever do Estado. As que foram punidas preferiram se calar e, simplesmente, abandonar seus programas educacionais. Com esse alerta temo desestimular os que ainda não pagam os estudos de seus funcionários. Não é o meu objetivo. Eu, pelo menos, continuarei ousando ser empresário, a despeito de eventuais crises, e não vou parar de investir no meu patrimônio mais precioso: as pessoas. Eu sou mesmo teimoso!... Não tem jeito... "No futebol, o Brasil ficou entre os 8 melhores do mundo e todos estão tristes. Na educação é o 85º e ninguém reclama..." salário de 344 professores que ensinam = ao de 1 parlamentar que . . . Repasso com solidária revolta!

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Pronto Falei!!!

#PRONTOFALEI !!! Ninguém é bobo, nem as crianças de hoje nascem com olhos fechados. Cosmópolis precisa mudar a mentalidade e a forma de enxergar certas coisas, coronelato não se admite mais. O regime vigente nesta cidade é a ditadura, velada, silenciosa, presunçosa e que só perde a maioria em detrimento de uma minoria. Um caso que merece atenção difícil de ser abordado e impopular mas que nossos vereadores deveriam olhar de perto e aprofundar melhor é a situação das radios “comunitária” O que é uma rádio comunitária? O Serviço de Radiodifusão Comunitária foi criado pela Lei 9.612, de 1998, regulamentada pelo Decreto 2.615 do mesmo ano. Trata-se de radiodifusão sonora, em freqüência modulada (FM), de baixa potência (25 Watts) e cobertura restrita a um raio de 1km a partir da antena transmissora. Podem explorar esse serviço somente associações e fundações comunitárias sem fins lucrativos, com sede na localidada da prestação do serviço. As estações de rádio comunitárias devem ter uma programação pluralista, sem qualquer tipo de censura, e devem ser abertas à expressão de todos os habitantes da região atendida Leia mais: http://www.te1.com.br/2010/06/o-que-e-uma-radio-comunitaria/#ixzz1IBcVj1H8 Como deve ser a programação de uma rádio comunitária? A programação diária de uma rádio comunitária deve conter informação, lazer, manifestações culturais, artísticas, folclóricas e tudo aquilo que possa contribuir para o desenvolvimento da comunidade, sem discriminação de raça, religião, sexo, convicções político-partidárias e condições sociais. A programação deve respeitar sempre os valores éticos e sociais da pessoa e da família, prestar serviços de utilidade pública e contribuir para o aperfeiçoamento profissional nas áreas de atuação dos jornalistas e radialistas. Além disso, qualquer cidadão da comunidade beneficiada terá o direito de emitir opiniões sobre quaisquer assuntos abordados na programação da emissora, bem como manifestar idéias, propostas, sugestões, reclamações ou reivindicações. Como deve ser a publicidade nas rádios comunitárias? As prestadoras do Serviço de Radiodifusão Comunitária podem transmitir patrocínio sob a forma de apoio cultural, desde que restritos aos estabelecimentos situados na área da comunidade atendida. Entende-se por apoio cultural o pagamento dos custos relativos à transmissão da programação ou de um programa específico, sendo permitida, por parte da emissora que recebe o apoio, apenas veicular mensagens institucionais da entidade apoiadora, sem qualquer menção aos seus produtos ou serviços. O que não pode ser transmitido por uma rádio comunitária? É proibido a uma rádio comunitária utilizar a programação de qualquer outra emissora simultaneamente, a não ser quando houver expressa determinação do Governo Federal. Não poderá ela, também, em hipótese alguma: veicular qualquer tipo de defesa de doutrinas, idéias ou sistemas sectários; e inserir propaganda comercial, a não ser sob a forma de apoio cultural, de estabelecimentos localizados na sua área de cobertura. As emissoras lógico precisam de recursos financeiros, isso é indiscutível. Entretanto, o que se vê é uma tendência imposta promotora da 'verdade' de apenas um determinado pensamento político. O embate, debate, propostas e proposições são menos fomentados. Uma ainda é mais aberta, outra é quase restrita. Mas ainda perdura aquela ideia de não chamar esse jornalista ou aquele político. Roberto Marinho, Silvio Santos, Bispo Macedo, Almicare Dallevo, Carlos Massa (Ratinho) todos têm suas emissoras comerciais e fazem o que bem entendem delas, e fazem bem feito. Apesar de disputa políticas e ideologias diferentes ainda assim permitem o contraditório. A presidente Dilma Rousseff afirmou que "prefere a falação da imprensa, do que o silêncio da ditadura". Por que, em COSMÓPOLIS, as emissoras educativas optam pelo contrário? Quem ganha e quantos perdem? A dinâmica dos recursos públicos e políticas públicas precisam ser confrontadas com a realidade e o contraditório, propostas e projetos culturais estão acima de vaidades políticas e a rádio comunitária ou a televisão educativa seria o melhor instrumento para levar conhecimento e massa crítica ao nosso povo. O ministro Paulo Bernardo é linha dura, prometeu rever todas concessões e os canais que estão em operação, mas o país não tem condições de fiscalizar tudo. Não cabe a sociedade esperar por Brasília, resta mobilizar e enxergar que apesar de diferentes pensamentos, temos o interesse numa cidade melhor.
O meu ideal político é a democracia, para que todo o homem seja respeitado como indivíduo e nenhum venerado. Albert Einstein////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////// ////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////// Quero conhecer os pensamentos de Deus... O resto é detalhe Albert Einstein
Penso noventa e nove vezes e nada descubro; deixo de pensar, mergulho em profundo silêncio - e eis que a verdade se me revela. Albert Einstein

quinta-feira, 16 de junho de 2011

O que sei é que até há pouco tempo eu não sabia dizer quem eu era. Agora? Sei menos ainda. Não sei quem sou nem o que sou, pois o que pensava que era não é o que sou. Estou me desintoxicando do que era para ser o que sou. Não compreendo ainda quem sou, mas estou à procura de mim. Tá entendendo? Ufa! Que maravilha! Pensei que só eu não entendia. Augusto Cury
Normais levantam, reclamam, vestem, irritam-se, xingam e cumprimentam sempre da mesma forma. Dão as mesmas respostas para os mesmos problemas. Tem o mesmo humor no serviço e em casa. Petrificam sorrisos no rosto, dão presentes sempre nas mesmas datas. Enfin, tem uma vida estafante e previsível. Fonte para vazios e enfados. Normais não surpreendem, não encantam. Deus, livra-me dos normais. Augusto Cury
Quem dera que as pessoas, independentemente de suas religiões e crenças, fossem seres humanos sem fronteiras, sempre expondo, e não impondo, as suas idéias. A imposição das idéias, sejam elas religiosas, políticas ou científicas, sempre foi um câncer que corrói nossa espécie e destrói a liberdade. Jesus divulgava seus pensamentos claramente, mas convidando: "QUEM TEM SEDE VENHA A MIM E BEBA". Era um ato voluntário." - Os segredos do Pai Nosso. Augusto Cury
Olá amigo (a), bom dia! Por aqui continuam as reflexões (um pouco longas infelizmente), e o convite para que te juntes, mas já sabes, se não estás com vontade, deleta agora, não percas tempo a ler. Não fiques chateado(a) com e-mails estranhos, deleta e não penses mais nisso... Aproveita o dia e sorri, existe magia por todo o lado! Aaaaiiii!!! Tão ocupado (a) que andas... Tão cheio (a) de preocupações... Tanta correria, a vida é uma correria. Tanto trabalho, tantas responsabilidades, tantas pessoas que dependem de ti, tanta dedicação, tantos planos, tanto sofrimento, e ninguém reconhece o teu esforço... Como é difícil! Sempre tão ocupado (a), sempre tão estressado (a)... Nem vês o dia passar, quando percebes, já é noite outra vez! Sempre tantas exigências de tantos lados, todos pedem e ninguém dá! Mas a vida é assim, se queremos alguma coisa, temos de trabalhar por isso! Temos que nos esforçar para concretizar os nossos sonhos, sem esforço nada acontece. Se não trabalhares, quem paga as contas? Como vão comer os que dependem de ti? Onde vão viver? Um dia, se fores bastante trabalhador, se fores esperto, se ganhares a mega-sena, ou uma combinação de todas, nesse dia quem sabe tudo será como gostarias que fosse! Nessa altura de certeza que terás todo o reconhecimento que buscas, nessa altura, de certeza que te vais sentir bem contigo mesmo, de certeza que não vais ter mais medos, terás todas as coisas que desejas, afinal de contas, até na espiritualidade se diz que podes ter tudo aquilo que desejas, basta usar o poder da mente... Para ti que possivelmente não sabias, sim é verdade, dizem que se desenvolveres bem o poder da mente, poderás fazer da tua vida o que quiseres, poderás materializar os teus sonhos, poderás ter sucesso, muito dinheiro, vê bem que poderás até ter o teu próprio negócio, e muito bem sucedido por sinal. Então talvez seja melhor, iniciares a prática da meditação, ou então, caso já tenhas uma prática, poderás juntar na lista de desejos, além do relax claro, também o sucesso e a fortuna, porque não... não se pode ser pobre a pedir...Afinal, quem pouco pede, pouco recebe! Ehehehehe... Quanta bobagem... ...recomeçando a desconstruir... Tenho algumas notícias para te dar, lamento, mas alguém tem de o fazer... Quando “cá” chegaste, o mundo por sinal já cá estava, pelo menos é o que dizem os historiadores. Dizem, pois eu cá não sei de nada, que há provas validadas cientificamente que o planeta existe há cerca de 4,5 bilhões de anos, comparativamente ao que conheces da tua existência, parece-me que não tem qualquer expressão, e por sinal tudo acontecia na mesma. Eu sei que é incrível, que é difícil de acreditar, mas tudo funcionava sem ti! Desculpa ser eu o portador destas notícias, mas é o que sugerem as evidências. E pior, se funcionavam antes de ti, é bem provável que continuem a funcionar sem ti... Sabes amigo, tanta ironia nestas palavras, apenas para que possas, por um momento abrir uma janelinha nesse teu mundo que te oprime, e quem sabe vislumbrar um pouco mais além. Não estás cansado (a)? Não te apetecia largar tudo já faz bastante tempo? No entanto continuas aí...assim... Como, e onde é que tudo começou? Será que o mundo tem alguma importância além daquela que lhe atribuis? Será que o teu sofrimento tem identidade própria, ou é apenas fruto do que “decides” acreditar? O teu trabalho tem dado os frutos que tanto buscas? E quando vislumbras o cenário perfeito, o que acontece a seguir? Para que é que isso serve realmente? Um dos poderes que te mantém entretido, é o poder da envolvência, como uma aranha que tece uma teia... ficas envolto(a) em meio de tanta perplexidade, de tanta urgência, de tantas cobranças, e não entendes, não tens como... Será que não mesmo? Podemos analisar de duas formas: 1- Se existe a morte, ou seja, o término da vida tal como é conhecida, para sempre, então para quê tanto esforço, em construir, o que não se poderá possuir; para quê tanto esforço em conquistar quem não vai perdurar; para quê deixar uma marca no mundo, se quem deixa a marca nunca vai estar cá para ver. Para quê ser otimista se estás fadado a morrer?! Se a morte existe, então tudo está ao acaso, e desta forma para quê te preocupares no meio de tantas improbabilidades, sendo que o FINAL é inevitável? 2- Se não existe a morte, ou seja, que a vida continua depois da morte do corpo, então, para quê tanto esforço, em construir algo que não vais possuir, se no final da “jornada” deixas tudo, e vais para outro plano começar de novo; para quê tanta preocupação com algo que é apenas transitório, e que dura apenas um momento?! Se não existe morte, e se este é um mundo transitório, o que será então a realidade? Se tens livre arbítrio, porque razão não escolhes ser feliz agora? Se não existe livre arbítrio, porque sofres perante o inevitável? Então o que fazer? Fazer para quê, e porquê? Para ser feliz! O que é a felicidade, e para que serve? O mundo que reconheces, não é o que aparenta ser, mas enquanto não tiveres a coragem de questionar a sério, vais continuar assim. Poderás até conquistar as coisas que tanto querias, mas isso jamais vai trazer paz, se não acreditas, olha para trás para o que já conquistaste... Estás convencido de muitas, infinitas coisas, que te prendem a uma “realidade” que mostra a sua natureza, simplesmente para que a reconheças, para que te reconheças, e busques o que é realmente importante. Observa bem à tua volta: o sol aparentemente nasce, e aparentemente se põe no horizonte, e assim é neste e nos outros mundos, apenas um movimento aparente, onde nada realmente acontece, e o que aparenta acontecer, tem uma sincronia perfeita. Será que depois de entenderes tudo o que há a ser entendido, aí sim poderás ser feliz? Ehehehe, não sei quem te falou essa da felicidade, o estado a ser atingido, mas enganou-te...não é assim, nada do que possas acrescentar trará felicidade, mas, ao retirares tudo, aí sim, felicidade, plenitude. Não percas tempo, ou então perde, é indiferente, tudo está bem! Mas essas ideias que o mundo depende de ti, que as pessoas dependem de ti, que podes fazer a diferença, é apenas uma ideia preciosa, que aparentemente te traz importância, propósito, mas não é nada assim. Quando morreres os que aparentemente dependiam de ti, que te amavam, ou se tornam independentes, ou encontram outro em quem se encostar. Quando souberes quem És realmente, saberás quem são os outros, e quem provê realmente! Até lá continuarás no doce embalo da ilusão, envolto na teia da auto importância, assolado de pensamentos, sentimentos, sensações, em que acreditas e te dão o feedback de um mundo que nem sequer existe, mas que te prende e sufoca lentamente, com a doce promessa da felicidade. Liberta-te das tuas crenças, e encontrarás a Paz. A segunda é o resultado imediato da primeira! O que é que andas a tentar fazer, e para quê? Quem És? Em Serenidade, Satyavan www.yogas.com.br
A VIDA É COMO JOGAR UMA BOLA NA PAREDE. SE FOR JOGADA UMA BOLA AZUL, ELA VOLTARÁ AZUL; SE FOR JOGADA UMA BOLA VERDE, ELA VOLTARÁ VERDE; SE A BOLA FOR JOGADA FRACA, ELA VOLTARÁ FRACA; SE A BOLA FOR JOGADA COM FORÇA, ELA VOLTARÁ COM FORÇA. POR ISSO, NUNCA "JOGUE UMA BOLA NA VIDA”, DE FORMA QUE VOCÊ NÃO ESTEJA PRONTO A RECEBÊ-LA.A VIDA NÃO DÁ NEM EMPRESTA; NÃO SE COMOVE NEM SE APIEDA. TUDO QUANTO ELA FAZ É RETRIBUIR E TRANSFERIR AQUILO QUE NÓS LHE OFERECEMOS. *ALBERT EISTEIN*

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Que o “Mestre dos Mestres” lhe ensine que nas falhas e lágrimas se esculpe a sabedoria. Que o “Mestre da Sensibilidade” lhe ensine a contemplar as coisas simples e a navegar nas águas da emoção. Que o “Mestre da Vida” lhe ensine a não ter medo de viver e a superar os momentos mais difíceis da sua história. Que o “Mestre do Amor” lhe ensine que a vida é o maior espetáculo no teatro da existência. Que o “Mestre Inesquecível” lhe ensine que os fracos julgam e desistem, enquanto os fortes compreendem e têm esperança. Não somos perfeitos. Decepções, frustrações e perdas sempre acontecerão. Mas Deus é o artesão do espírito e da alma humana. Não tenha medo. Depois da mais longa noite surgirá o mais belo amanhecer. Espere-o. Augusto Cury
Dar a outra face é um símbolo de maturidade e força interior. Não se refere à face física, mas à psíquica. Dar a outra face é procurar fazer o bem para quem nos decepciona, é ter elegância para elogiar quem nos difama, altruísmo para ser gentil com quem nos aborrece. É sair silenciosamente e sem estardalhaço da linha de fogo dos que nos agridem. Dar a outra face previne homicídios, traumas, cicatrizes impagáveis. Os fracos se vingam, os fortes se protegem. Livro O vendedor de sonhos Augusto Cury
Infelizmente o Deus estudado pela teologia não corresponde ao Deus interpretado pela psicologia e filosofia. Jesus apresentou um Deus que não condena, não faz guerras para impor sua vontade, não agrede, não discrimina, mas um Deus generoso, afetivo, sereno. Você discrimina prostitutas? Ele as abraça. Você rejeita drogados? Ele os ama. VocÊ dá as costas a muçulmanos ou budistas por não serem cristãos? Ele é deslumbrado por eles. Não importa a opção sexual, a religião, a cultura a nacionalidade. Jesus nos apresentou um pai preocupadíssimo com cada ser humano. Augusto Cury
" Aprendi com o Mestre dos Mestres que a arte de pensar é o tesouro dos sábios. Aprendi um pouco mais a pensar antes de reagir, a expor - e não impor - minhas idéias e a entender que cada pessoa é um ser único no palco da existência. Aprendi com o Mestre da Sensibilidade a navegar nas águas da emoção, a não ter medo da dor, a procurar um profundo significado para a vida e a perceber que nas coisas mais simples e anônimas se escondem os segredos da felicidade. Aprendi com o Mestre da Vida que viver é uma experiência única, belíssima, mas brevíssima. E, por saber que a vida passa tão rápido, sinto necessidade de compreender minhas limitações e aproveitar cada lágrima, sorriso, sucesso e fracasso como uma oportunidade preciosa de crescer. Aprendi com o Mestre do Amor que a vida sem amor é um livro sem letras, uma primavera sem flores, uma pintura sem cores. Aprendi que o amor acalma a emoção, tranquiliza o pensamento, incendeia a motivação, rompe obstáculos intransponíveis e faz da vida uma agradável aventura, sem tédio, angústia ou solidão. Por tudo isso Jesus Cristo se tornou, para mim, um Mestre Inesquecível" Augusto Cury
Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um não. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta. Augusto Cury
Show da língua portuguesa! Um homem rico estava muito mal, agonizando. Pediu papel e caneta./////////// Escreveu assim: "Deixo meus bens a minha irmã não a meu sobrinho jamais será paga a conta do padeiro nada dou aos pobres."//////////////////////////////// Morreu antes de fazer a pontuação. A quem deixava a fortuna? Eram quatro concorrentes. //////////////////////////////////1) A irmã fez a seguinte pontuação: Deixo meus bens à minha irmã. Não a meu sobrinho. Jamais será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres. /////////////////////////////////2) O sobrinho chegou em seguida. Pontuou assim o escrito: Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho. Jamais será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres /////////////////////////////////3) O padeiro pediu cópia do original. Puxou a brasa pra sardinha dele: Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres. /////////////////////////////////4) Aí, chegaram os descamisados da cidade. Um deles, sabido, fez esta interpretação: Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será paga a conta do padeiro? Nada! Dou aos pobres. ///////////////////////////////////////////////////////////////////////////////// Moral da história: "A vida pode ser interpretada e vivida de diversas maneiras. Somos nós que fazemos sua pontuação. E isso faz toda a diferença!"

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Capitão de Industria Os Paralamas do Sucesso Eu às vezes fico a pensar Em outra vida ou lugar Estou cansado demais Eu não tenho tempo de ter O tempo livre de ser De nada ter que fazer É quando eu me encontro perdido Nas coisas que eu criei E eu não sei Eu não vejo além da fumaça que passa e E polui o ar Eu as vezes penso em fugir e quero até desistir Deixando tudo pra trás É que eu me encontro perdido,sofrido dentro das coisas que eu criei Eu não tenho tempo de ter O tempo livre de ser De nada ter que fazer Eu às vezes fico a pensar Em outra vida ou lugar Estou cansado demais Eu não tenho tempo de ter O tempo livre de ser De nada ter que fazer É quando eu me encontro perdido Nas coisas que eu criei E eu não sei... Eu não vejo além da fumaça que passa e polui o ar

vocêsabeessa

PRECONCEITO

MEUS AMIGOS Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila. Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante. A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos. Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo. Deles não quero resposta, quero meu avesso. Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim. Para isso, só sendo louco. Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças. Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta. Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria. Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto. Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade. Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos. Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça. Não quero amigos adultos nem chatos. Quero-os metade infância e outra metade velhice! Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa. Tenho amigos para saber quem eu sou. Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que "normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril. Oscar Wilde