Translate

quinta-feira, 10 de maio de 2012

1 - Ter um final feliz.

2 - Uma pessoa feia ficar bonita.

3 - Uma adolescente ficar grávida.

4 - Um aidético contaminar alguém.

5 - Um traficante virar do bem.

6 - Um drogado ir para uma clinica de reabilitação

7 - Pessoas da favela morarem num bairro luxuoso.

8 - Empresa de rico falir.

9 - Fofoqueiras continuarem a fofocar.

10 - Mulheres cobiçando o marido da outra.

11 - Pobres sentem inveja dos ricos.

12 - Uma pessoa gorda continuar gorda.

13 - Pessoas casando.

14 - Ricos querendo separar o casal de rico e pobre.

15 - Políticos corruptos perdem na eleição.

16 - Pessoas que acham que são especiais, são mesmo especiais.

17 - Cachorro de rua ganhar um lar.

18 - Cenas picantes.

19 - Ter uma pessoa paranormal.

20 - Pobres descobrem que são filhos de ricos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

vocêsabeessa

PRECONCEITO

MEUS AMIGOS Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila. Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante. A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos. Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo. Deles não quero resposta, quero meu avesso. Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim. Para isso, só sendo louco. Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças. Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta. Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria. Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto. Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade. Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos. Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça. Não quero amigos adultos nem chatos. Quero-os metade infância e outra metade velhice! Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa. Tenho amigos para saber quem eu sou. Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que "normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril. Oscar Wilde